28-Hell de Janeiro / RJ / Brazil

E eu tento olhar pra minha vida e me pergunto; o que vai ser dela sem você!

Engraçado é sentir que cada partícula sua ama aquela pessoa
Sentir que talvez seja ela quem você quer dividir o resto dos seus momentos. Que é aquele sorriso que você não quer deixar de ver e que é aquele cheiro o que você mais deseja sentir.
Engraçado perceber que cada pedaço da sua pele sente falta da mão dela, que dormir junto, abraçado faz tanta falta, o quanto existe companheirismo e lealdade, perceber que estar junto dela é melhor que tudo e que o sexo é tão deliciosamente bom!
Engraçado pensar em tudo isso agora…

Eu fico pensando em como a vida é engraçada, ontem estava eu deitado assistindo filme e me sentindo a pessoa mais feliz do mundo, foi aquele momento que eu percebi que eu estava realmente feliz, em paz e com uma pessoa do meu lado que eu realmente podia contar. Eu não queria nunca mais sair dali.
E hoje mal consegui dormir, meu coração doía e minha mente pesava, parecia que ela tinha cortado um pedaço de mim e jogado fora, eu tive que fugir pra ela não me ver chorar.
Eu sei que o que mais vou sentir falta vai ser a segurança de poder amar sem rodeios, sem medos, sem insatisfação alguma por que tudo nela me satisfazia de todas as formas, eu vou sentir falta dos nossos planos, de confiar, do sorriso, do cheiro e principalmente eu vou sentir falta de ser e estar feliz.

E é tão tão triste quando você finalmente acredita que encontrou sua companheira, faz de tudo pra estar com ela, se afasta dos outros, acredita no amor e em todo companheirismo que lhe foi supostamente entregue e ai, por besteira, por não acreditar que eu era só dela e que ninguém está entre nos a pessoa joga tudo pro alto.
Não da pra acreditar em amor assim.
It’s not always about sex, sometimes the best type of intimacy is where you just lay back, laugh together at the stupidest things, hold each other, and enjoy each others’ company.
Aprenda a dizer não sem se preocupar em dar explicações!
Eu vou dizer uma coisa que você já sabe! 
O mundo não é um grande arco-íris, é um lugar sujo, é um lugar cruel que não quer saber o quanto você é durão, vai colocar você de joelhos e você vai ficar assim pra sempre se você deixar.
Você, eu, ninguém vai bater tão duro como a vida. Mas não se trata de bater duro, se trata de quanto você aguenta apanhar e seguir em frente, o quanto você é capaz de apanhar e continuar tentando. É assim que se consegue vencer.
— Rocky Balboa

Life…

A vida é uma coisa engraçada, te mostra caminhos tão diferentes do que você realmente quer mesmo tendo algo que você quer muito no meio.
Ainda me sinto perdido, por um lado me sinto feliz, ter alguém que realmente se importa com você é algo ótimo, esse ultimo mês foi maravilhoso, essa pessoa foi fantástica e continua sendo mas por outro lado (que nada tem a ver com esse alguém) a frustração ainda é grande!
As vezes parece que sonhos e desejos são intocáveis, que a vida que você deseja por mais simples que seja é quase impossível de tocar, e é um saco continuar sonhando mesmo sentindo que talvez, por mais força que você faça, você não vai conseguir chegar lá onde você quer.
Vejo gente que atingiu suas metas, algumas ainda tem dificuldades mas ainda assim vivem do que elas sempre quiseram viver e ao invés de me animar, de me dar animo e me colocar pra cima me frustra e me mostra o quão difícil os meus desejos são dada as situações em que minha vida se encontra.
A vida deveria ser um pouquinho mais leve, as pessoas deveriam ser um pouquinho mais compreensivas e legais e o peso do mundo deveria ser maior …mas não é assim que é e eu simplesmente tenho que agüentar e seguir em frente mesmo que eu desista de todos os meus sonhos e desejos e mude os objetivos pra coisas que eu talvez um dia possa vir a tocar!

No fim você coloca um sorriso no rosto e finge que é sincero, até que a vida o faça realmente ser. Talvez os amores eternos sejam amenos e os intensos, passageiros.
— C.F.A
Ela me abraçava como se pedisse pra eu ser o mundo dela, eu a abraçava mais forte ainda, confirmando que aceitava de bom grado ser o mundo dela e adormecíamos ali ligados um no mundo do outro onde nada de ruim nos atingia, nosso infinito particular.
— Private Hell